Você fala sozinho (a)?

Você tem o costume de falar sozinho? Sim? Não se preocupe. Você não está
enlouquecendo! Essa voz que você escuta dentro de sua cabeça como se houvesse duas versões de
você mesmo aí dentro, nada mais é do que sua própria mente te sugerindo pensamentos,
resgatando lembranças e te fazendo lembrar prioridades.
É muito importante aprender a observar seus próprios pensamentos. Porque além de ser
uma forma de autoconhecimento, também te dará a possibilidade de modificar alguns padrões de
pensamento que te atrapalham e trazem sofrimento para sua vida. Por exemplo, se você já foi
traído(a) algum vez em um relacionamento amoroso, corre o risco de ter uma mente que vai insistir
em te dizer para não confiar em mais ninguém, pois, a mente trabalha com padrões, portanto, sua
mente pode vir a pensar assim: “Se você já foi traído(a) uma vez, então, será traído(a) novamente”.
As consequências de dar ouvidos a essa sugestão de sua mente, pode ser um longo período de
tentativas de namoro frustrantes.
Falar consigo mesmo é natural e saudável. Esse diálogo interno pode te ajudar a resolver
algum problema, pois, baseada na sua própria história de vida e experiências vividas, sua mente

pode te dar várias sugestões de caminhos possíveis, alternativas para encontrar soluções, fazer
planejamentos, construir sonhos de vida e muito mais.
Essa voz interna pode ser nossa melhor aliada, ou nossa pior inimiga. Agora, se você ouve
uma voz que não é sua ou que você percebe que é externa a você, procure um psicólogo ou
psiquiatra para uma avaliação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *